skip to main content

Uma análise ao carrossel de emoções

19.06.2020 Vítor Mário Ribeiro, CFA

➤ Chart of the Week da FundsPeople

Apesar de não ser um indicador core para uma estratégia de alocação de longo prazo, o Fear & Greed Index, instruído e publicado pela CNN Business, poderá ser muito útil em certas situações como reforços, rebalanceamentos de carteira, alterações à política de investimento, ou grandes alterações de sentimento.

É ainda muito interessante numa lógica educacional. Os investidores são muito emotivos e normalmente este indicador serve para contextualizar o momento de mercado e para evitar otimismos exagerados ou elevado pessimismo.

Além de máquinas de previsão, os mercados financeiros são máquinas de inteligência emocional. Dissociar a evolução de um ativo de sentimentos como o medo ou a confiança, da capacidade de motivação ou de influência, é negar a essência do comportamento humano.

Este índice reflete também muito bem aquela velha máxima de Warren Buffett:

Be fearful when others are greedy and be greedy when others are fearful.

É uma espécie de visão contrária (contrarian) aplicada ao mercado acionista.

O índice é composto por 7 indicadores, desde o momentum, até à volatilidade, passando pelo força do mercado, a procura por obrigações high yield, o put/call ratio, a diferença de retorno entre o mercado acionista e o mercado de obrigações do tesouro e o volume de negociação.

Cada um destes 7 indicadores são medidos numa escala de 0 a 100, sendo o índice calculado pela média ponderada dos resultados dos indicadores. Uma leitura de 50 é considerada neutral, enquanto um valor mais baixo sinaliza mais medo do que o habitual e um valor mais alto significa um sentimento de maior confiança do que o normal.

Neste momento o índice está neutral refletindo um pouco o sentimento de expectativa por alguma solidificação depois de meses tão voláteis. Poderá ser um bom momento para reposicionar as carteiras de acordo com a alocação estratégica fechando as posições táticas assumidas após os movimentos assimétricos do mercado nos últimos meses.

Aliás, depois desta recuperação incrível dos mercados, têm sido vários os alertas de que múltiplos como o P/E estão demasiado expandidos, com valores acima da média. 

Como mecanismo de previsão e atualização de expectativas, os mercados parecem apontar para outros fatores, talvez menos clássicos e fundamentais, mas mais erráticos e emocionais. As condições de mercado atuais com taxas de juro muito baixas e a forte intervenção dos bancos centrais, juntamos o regresso da confiança e a esperança de uma nova economia no futuro, e possivelmente encontramos parte da justificação para estes valores.

Vítor Mário Ribeiro, CFA

Vítor é um CFA® charterholder, empreendedor, melómano e com um sonho de construir um verdadeiro ecossistema de investimento e planeamento financeiro ao serviço das famílias e organizações.

Ver todos os artigos
R. 6 de Novembro 17 2ºdto 4590-869 Paços de Ferreira Portugal Ver no Google Maps
00351 939 873 441 / 00351 938 438 594
future@futureproof.pt
A Future Proof é um agente vinculado do Banco Invest, S.A. registado na CMVM.
Menu